Publicidade
COLUNISTA / Luiz Ernesto
Papo Aberto
Pela natureza
Divulgação
Às vezes, diante de algumas iniciativas realmente relevantes, sinto que ainda há uma luz no fim do túnel. Até mesmo se tratando do nosso tão sacrificado meio ambiente.

Toco no assunto para ilustrar situação vivida por mim dias atrás, na Câmara Municipal de João Monlevade, quando tive a oportunidade de assistir a uma apresentação do ambientalista Guilherme Mendes Delazeri, fundador e membro do Movimento Ambientalista de João Monlevade (Majomo). Em ocasião de Moção de Aplausos recebida através do Legislativo pela sua atuação em prol do Meio Ambiente, de iniciativa do vereador Thiago Titó, Guilherme expôs o trabalho do grupo, como a recuperação e reflorestamento de áreas degradadas no município, revitalização de nascentes e plantio de árvores nativas, o que contribui, de fato, para a preservação da fauna e da flora na região.

O grupo, liderado por Delazeri, possui bem desenhado seus objetivos e desafios e o ambientalista, com profundo conhecimento de causa e domínio do assunto, mostrou a triste realidade de algumas áreas de Monlevade, entre elas a do Areão, onde o Movimento atua frequentemente. Já foram plantadas 110 árvores no local, de 35 espécies diferentes, num árduo trabalho que começa às 5 da manhã em dias de domingo, num horário em que eu, acomodado que sou, me levanto apenas para ir ao banheiro.

Causas nobres a abraçar não faltam. Idosos, moradores de rua, doentes terminais, cães abandonados, viciados e, claro, o meio ambiente. Não estou aqui para defender qual é mais importante e urgente. Mas pelo que presenciei, a da defesa à natureza tem um aliado importante em nossa cidade.

A dedicação e vibração dos membros da Majomo, assim como o zelo e a paixão com que seu fundador trata do tema, fazem com que tenhamos esperança de dias melhores em termos de conscientização ambiental para as novas gerações. E para as velhas também. Torço para que parcerias importantes sejam feitas, que o grupo se fortaleça, ganhe adeptos dispostos a somar e que o viés não se perca de rumo. Manter os pés firmes e não cometer a sandice de entrar em política partidária e ser usado já é um bom caminho. Pelo que vi, não acredito nessa hipótese.

Às vezes, vislumbramos luz no fim do túnel. Vida longa ao Majomo


Luiz Ernesto
MAIS Papo Aberto
 
 
 
GUIA COMERCIAL
COLUNA UP STREET
Publicidade
WWW.UAIBOX.COM.BR
HOME      NOTÍCIAS      FOTOS E EVENTOS      AGENDA      DICAS DE FILMES      POINT & TUR      CONTATO
Copyright © 2015 Todos os direitos reservados